Translate

domingo, 14 de setembro de 2014

RIP, meu amigo

É curioso como o tempo e a distância não são capazes de apagar ou reduzir o carinho e amor que nutrimos por algumas pessoas. Hoje um querido amigo se foi: Sylvio de Oliveira. Dele guardo as melhores lembranças... os bons conselhos, a liberdade de ser e escolher, a ousadia e a criatividade, o som da voz, os poemas, o jeito de cantar e tocar seu violão, a cabeleira, a risada, o "veja você", que peguei emprestado e uso habitualmente. Não tenho uma recordação sequer de algum dia aborrecido ou onde o mau humor tivesse se apossado dele, se tentava, perdia. As festas no apartamento de Ipanema, o aconchego do apartamento de Copacabana, o sobrado de Santa Teresa, o Safe Bar na Glória... tudo inesquecível e parte da minha vida. Obrigada, amigo, por ter me ensinado, mesmo sem saber e sem querer, a ser mais feliz por ser eu mesma, a me valorizar e a não ter medo sonhar. Obrigada por sua vida de Luz. Siga na Luz e descanse em paz.

sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Bom e Barato






Vi essa passadeira a vapor por um preço muito camarada nas Americanas, menos de cinquenta reais. Há tempos estava querendo um treco desses porque ficar montando e desmontando  tábua de passar roupa é um saco sem tamanho! Apesar de cabreira por causa do baixo preço, resolvi arriscar, pois não haveria muito a perder caso não funcionasse. E não é funciona? Rapidamente camisas e calças lisinhas, esticadinhas sem o menor trabalho. Fiquei fã!

segunda-feira, 8 de setembro de 2014

A boa nova anda nos campos





E no meio de tanta tempestade algum sol se fez presente. E uma amizade que julgava perdida, parece-me, estava só hibernando... Oh happy day!

quarta-feira, 3 de setembro de 2014

Más notícias...

Depois de uma ótima tarde ao lado de um amigo que eu não via há dezesseis anos eu não conseguia entender minha angústia na noite. Só pensava na minha irmã e uma necessidade imensa de falar com ela estava me agoniando. Como já era tarde, não liguei. Hoje pela manhã falei com ela e fiquei sabendo que ela havia acabado de falar com o médico dela que a informou que o tumor cresceu apesar da quimioterapia. Ela está arrasada e muito triste. Falei boas palavras para ela  e  depois mandei mensagens para o pessoal da família pedindo que nos uníssemos em oração e boas vibrações para ela... E meu estômago sensível e nervoso doeu muito. Péssimo a gente não ter o poder de curar as pessoas... Que doença terrível meu Deus! :(