Translate

segunda-feira, 19 de outubro de 2015

Cansada

         
Ontem foi dia de acordar às duas da tarde, depois de uma noite insone... breakdown geral, forte, daqueles de chorar de babar. Há um dementador no ar e ele suga minha alegria, minha força, minha vitalidade... suga minha razão e meu equilíbrio. Já não sei o que fazer mas sei que quero uma pausa. Quero um loopping eterno naquele breve momento em que me sinto feliz; momento tão raro que nunca sei quando será. Estou tão cansada de tudo! O mundo está tão maluco e a desesperança reside em mim. Sinto-me presa, atada às minhas escolhas, nem sempre as mais inteligentes. Pago pela minha falta de ousadia, pela minha insegurança... por me sentir derrotada. Estou cansada, repito. Muito cansada.